Deixe seu recado
+5511-3582-4187

Net Neutrality – enquanto isso, na Espanha…

fiquei chocada com a notícia… até lá?! e depois a gente fica achando que “os mais velhos” tem mais sabedoria… nem sempre, nem sempre…

o causo é que a espanha está fechando as portas para a liberdade. pode parecer radical a informação, mas pensa bem… a sua liberdade acaba onde começa a do outro, certo? eu posso ir até onde não interfiro na vida alheia, pois eu não sou melhor que o outro e nem vice-versa. princípio da igualdade. ok. mas… o que acontece nos conflitos, quando há jogo de interesses? quem define o que acontecerá com os envolvidos? e com a informação? o que eu escrevo é meu ou não é? e se eu quero liberar? e se eu escrevi mas estava sendo paga por um jornal? e se está na web? a história tem muitas nuances, muitas variações sobre o tema, as tais 256 escalas de cinza entre o preto e o branco… o interessante é ter uma regra que se adapte a todos os casos (do preto ao branco) e, principalmente, um avaliador ou mediador isento, neutro, apartidário, incolor (ou 100% colorido). quem é este mediador? o governo? a sociedade civil? uma ong? os advogados? meu pai? não é fácil o assunto, por isso é que precisa ter cuidado…

mas vamos ao caso:

só para constar… aqui no brasil temos a chance de fazer diferente. nós, mocinhos de pouco mais de 500 anos, depois de muita gritaria contra o projeto azeredo, temos uma iniciativa excelente para pensar de forma democrática sobre nossas regras para a web, a saber:

fique de olho e participe!

ah, já que é pra participar, você sabia que o brasil tem um portal de prestação de contas dos gastos da união? fique de olho neste também!

bjs,
ana laura

nota importante ->  hoje, em brasília, no evento “Acesso à Informação, Serviços Eletrônicos e Cidadania“, serão discutidos os temas transparência e dados abertos. é esperar e acompanhar o resultado.
projetos relacionados ao processo: